APRESENTAÇÃO

Grande Prêmio Princesa do Sul é o evento turfístico mais importante do Jockey Club de Pelotas, e é disputado no Hipódromo da Tablada em pista de areia solta, desde sua primeira realização. Reúne cavalos thoroughbred de tres anos e mais idade. Inscrevem-se animais em campanha no Brasil, e, pela proximidade geográfica, Uruguai e Argentina, sendo para muitos destes animais a porta de entrada para o Brasil. Entre os ganhadores estão animais de campanha clássica e futuros reprodutores.

A primeira disputa ocorreu em 1936, na distância de 2.450m, sendo vencedor o uruguaio Cabileño. De lá para cá, apenas não foi realizado em uma única ocasião, 1968 , em virtude de interrupção do trânsito de equinos no Brasil e em 2010. Atualmente é disputado em 2.200 metros.

 

 
 

HISTÓRICO DO JOCKEY CLUBE DE PELOTAS

O Jockey Club de Pelotas foi fundado em 22 de junho de 1930 por um grupo de amantes do turfe que criou a Associação Jockey Clube de Pelotas. A entidade, de caráter civil, nasceu pela liderança do coronel Zeferino Costa Filho e tinha como objetivo promover o melhoramento do puro sangue inglês (PSI). A data da fundação foi marcada por assembléia nos salões do Clube Comercial com a presidência de Joaquim Francisco Assis Brasil que palestrou falando ao público presente sobre as vantagens sociais, morais, culturais e esportivas da criação de cavalos. Na mesma assembléia foi eleita uma comissão provisória para estudar o projeto dos Estatutos e Código de Corridas. Uma semana depois aconteceu uma nova assembléia, onde definiram a primeira diretoria, presidida por Flávio de Souza e que teve como missão dar os primeiros passos para consolidação da entidade. No dia 22 de junho de 1932 foi eleita a segunda diretoria, liderada pelo médico José Inácio do Amaral que lançou a pedra fundamental do pavilhão (19 de setembro de 1933) do JCP e foi responsável pela demarcação das pistas e nivelamento do terreno, dando início a obra do hipódromo. Durante este mandato foram realizadas as carreiras rasas que com o apoio do Coronel Zeferino Costa foram oficializadas.
A diretoria seguinte assumiu em junho de 1934 e teve a frente o cirurgião Ariano Requião de Carvalho, responsável pela implantação dos páreos clássicos e da construção do pavilhão central que foi inaugurado em dezembro daquele ano.
E foi em março de 1936 que nasceu o Grande Prêmio Princesa do Sul com a premiação de 20 mil réis para o primeiro colocado. Naquela época o sucesso foi tamanho que o evento bateu recorde de apostas no Rio Grande do Sul. Durante longos anos o JCP foi palco das relações de sociabilidade da elite pelotense do século XIX. Era o local de lazer mais freqüentado pela sociedade desta época nas tardes de domingo. Em seus tempos áureos chegou a ter 1,2 mil sócios. O Grande Prêmio Princesa acabou por se tornar a mais tradicional corrida do interior do Estado, com uma média de público de 15 mil espectadores a cada edição.


Texto : Gabriela Mazza / Satolep Press


 
 
HISTÓRICO DA COMPETIÇÃO


2450m :1936 Cabileño 154”1 Hipódromo da Tablada - Pelotas, 08 de Março de 1936 Páreo “GRANDE PREMIO PRINCEZA DO SUL” 2.450 metros - Areia Leve Para animais de qualquer procedência, de qualquer idade. “Handicap” Limitado de 46 a 62 kilos. Prêmios: 20:000$000, 3:500$000 e 1:500$000 1º CABILEÑO, 50 kg,, masc. tostado, 6 anos, Uruguai, P.S., por Caid e Kabilla. Proprietário: Manoel dos Santos Fonseca. Treinador: Pedro Silva. Jóquei: Lily Vieira. 2º VANIDOSO, 59 kg, jq.: A.Falcón; 3º SISTRO, 48 kg, jq.: G.Silva; 4º ASTRO, 50 kg, jq.: J.Marques; 5º KOSMOS, 59 kg, jq.: P.Pereira; 6º OBOÉ, 52 kg, jq.: T.Torilla; 7º BON AMI, 50 kg, jq.: E.Machado; 8º BENTANCOUR, 58 kg, jq.: J.Caetano; 9º MARIANO, 54 kg, jq.: N.Bolonia; 10º FONTINA, 52 kg, jq.: A.Galvão; 11º CHARMER, 54 kg, jq.: M.Bentancour; 12º MADCAP, 53 kg, jq.: A.Oliveira. Não correram: NILO e SANTULÓN. Ganho por cabeça. O 2º para o 3º 4 corpos. Tempo: 154” 1/5. (Record) Rateios: Poules: Simples - n. 4 --370$500 / Dupla - n. 2-3 --168$500. Movimento do páreo: 37:760$000.


2100m: 1937 Mariano 2.100m 132” Hipódromo da Tablada - Pelotas, 14 de Março de 1937 Páreo “GRANDE PREMIO PRINCEZA DO SUL” 2.100 metros - Areia Leve Para qualquer animal, em “Handicap” limitado de 46 a 62 kilos Prêmios: 20:000$000, 4:000$000 e 1:000$000 1º MARIANO, 54 kg,, masc. castanho, 6 anos, Uruguai, P.S., por Enzo e La Pinta 2ª. Proprietário: Stud A.B.C. Treinador: Rodolpho Pereira. Jóquei: Leonel Alves Pereira. 2º QUEÑI, 51 kg, jq.: J.Marques; 3º MARROEIRO, 46/48 kg, jq.: J.Cuadro; 4º BELLUTA, 44 kg, jq.: A.Machado (ap.); 5º ZARCILLO, 54 kg, jq.: A.Oliveira; 6º BAGUNZA, 55 kg, jq.: A.Moreno; 7º LA ASTUTA, 60 kg, jq.: A.Falcón; 8º ASTILLERO, 46/49 kg, jq.: E.Machado; 9º CONFESIÓN, 48 kg, jq.: L.Vieira; 10º KOSMOS, 60 kg, jq.: P.Pereira; 11º VANIDOSO, 57 kg, jq.: M.Bentancour; 12º ASSIS BRASIL, 51 kg, jq.: M.Oliveira. Não correu: PIPETA. Ganho por 1 corpo 1/2. O 2º para o 3º 4 corpos. Tempo: 132”. (Record) Rateios: Poules: Simples - n. 5 --111$000 / Dupla - n. 1-2 -- 53$000. Placês: Queñi -n. 3 -- 122$400 / Mariano -n. 5 - 33$000 /Marroeiro-n.6-234$000 Movimento do páreo: 24:376$000. Movimento de remates: 5:760$000.

2100m :1938 Yonose 131”1; 1939 Zapacaí 132”2; 1940 empate Itaipú/Danúbio 133”4; 1941 El Glorius 131”2; 1942 Realce 132”; 1943 En Puerta 132”2; 1944 Listo 136”; 1945 Madariaga 133”1; 1946 Manicômio 134”2; 1947 Halcón Negro 132”5; 1948 Somellier 132”; 1949 Banfield 133” ;1950 Regaño 131”; 1951 Zorron 132”4; 1952 Récio 132”; 1953 Dansarino 132”4;

3000m :1954 Carícia 193”2; 1955 Muriti 194”2; 1956 Kayak 193”4; 1957 Gato Montez 194”2; 1958 My King 194”1; 1959 Deputado 196”1; 1960 Componente 196”2; 1961 Star Maron 198”1; 1962 Lord Chanel 197”; 1963 Ubaibás 199”4; 1964 Firebird 197”; 1965 Invitada 197”;

2300m :1966 Callao 147”3; 1967 Turismo 146”5; 1968 Não foi realizado; 1969 Gobelin 146”; 1970 King Scotch 147”; 1971 Gaditano 151”2; 1972 Lexikon 145”; 1973 Mensajero 146”; 1974 Chileno 146”4; 1975 Locomotor II 147”1; 1976 Don Tibagi 148”; 1977 Sunny Joe 143”; 1978 Pakito 144”; 1979 Reide 146” ; 1980 Sang Chaud 150; 1981 Lusi 149”; 1982 Helicóptero 147”; 1983 Engate 147”4; 1984 Edición' 150”; 1985 Life Belt 147”2; 1986 Viável 148”2; 1987 Narraganset 147”; 1988 Ponche Ville 147”;

2100m :1989 Keagravo 133”4; 1990 Lesteur 137”; 1991 Four Million 133”; 1992 Ballon Rouge 134”; 1993 Ipão 131”; 1994 Jack Jones 134”; 1995 Check Control 135”; 1996 Canadian Hope 136”1; 1997 Big Kadu 134”; 1998 Indulgente 136”; 1999 John Troyanos 138”1: 2000 Ryder Cup 134”4; 2001 Autobelle 137”4; 2002 Hard Buck 134”3 ; 2003 Ganges River 137”3; 2004 Imminent Danger 134”1; 2005 Hey Willie 134”2; 2006 Ucrane Falcon 135” e 2007 Pisa Acelerado 135”; 2008 Osbabado 134"3; 2009 Really The First 136”1.

 

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.